(81) 99751-0883

NO AR

Show da Manhã

radioamparofm.com.br

Pernambuco

Secretaria de Recursos Hídricos e Saneamento de Pernambuco Inicia Abertura de Comportas na Barragem de Carpina

A ação visa a controlar o volume de água do reservatório, mantendo-o dentro dos padrões estabelecidos pela Apac para evitar transtornos a pedestres e motoristas devido ao acúmulo de água na rodovia

Publicada em 04/04/24 às 07:00h - 794 visualizações

por Portal Amparo


Compartilhe
 

Link da Notícia:

Barragem de Carpina  (Foto: Divulgação/SRHS-PE)
Na manhã desta quinta-feira (4), a Secretaria de Recursos Hídricos e Saneamento do Estado de Pernambuco (SRHS-PE) anunciou a abertura de uma das comportas da barragem Lagoa do Carro, mais conhecida como Barragem de Carpina, localizada na Zona da Mata Norte.

A medida, que consiste na abertura em 70 centímetros, tem como objetivo controlar o volume de água do reservatório, mantendo-o dentro dos parâmetros estabelecidos pela Agência Pernambucana de Águas e Clima (Apac) para evitar transtornos na rodovia PE-50, que pode ser afetada por possíveis alagamentos.

A abertura da comporta será monitorada até que sejam liberadas vazões na ordem de 32 metros cúbicos d’água por segundo, buscando atingir a cota de 108,8 metros, conforme protocolo para Operações de Sistemas de Controle de Cheias das Bacias Hidrográficas dos rios Capibaribe e Una, estabelecido pela Apac.

O principal objetivo dessa ação é prevenir o acúmulo de água na rodovia PE-50, especialmente na ponte do Cumbe, entre as cidades de Limoeiro e Feira Nova, onde são frequentes os transtornos a pedestres e motoristas.

Além disso, a medida busca reduzir gradualmente o volume do reservatório, sem impactar significativamente nos níveis do Rio Capibaribe.

A operação está sendo coordenada pela SRHS-PE, por meio de sua Gerência de Segurança de Barragens, com o apoio da Apac, Compesa e DER.

Segundo o secretário de recursos hídricos, José Almir Cirilo, é difícil prever a duração da abertura da comporta devido à incerteza da quantidade de água que a barragem recebe diariamente e ao impacto das chuvas. No entanto, estima-se que a operação possa durar entre três e quatro dias.

Ele também assegurou que não haverá risco de impacto nos níveis dos rios, uma vez que as comportas serão abertas de forma controlada e monitorada.

Por fim, o secretário informou que não há necessidade de procedimentos semelhantes em outras barragens do Estado no momento.



ATENÇÃO:Os comentários postados abaixo representam a opinião do leitor e não necessariamente do nosso site. Toda responsabilidade das mensagens é do autor da postagem.

Deixe seu comentário!

Nome
Email
Comentário


Insira os caracteres no campo abaixo:


Enquete
Qual dessas Redes Sociais voce acessa?

 Facebook
 Instagram
 Twitter
 Youtube







.

LIGUE E PARTICIPE

(81)99751-0883

Visitas: 115822
Usuários Online: 37
Copyright (c) 2024 - Portal Amparo - Associação Comunitária de Comunicação, Cultura e Meio ambiente de Olinda - CNPJ: 02.727.860/0001-57
Converse conosco pelo Whatsapp!